quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Amigos, feliz natal.

oooi pessoal, gostaria de coração de agradecer a todos os nossos leitores e deseja-los um Feliz natal.
Faltam exatamente seis minutos para a ceia, e eu decidi contrariar meu pai e dar uma corridinha aqui para compartilhar do meu momento de felicidades com vocês. Coisas aconteceram nessas duas últimas duas semanas, talvez elas teriam me deixado triste, mas não tiveram esse poder.
A UFSC passou, eu pontuei bem, mas não o suficiente para conseguir realizar meu sonho, e não desistirei
ano que vem estarei lá novamente. E ai fica uma moral que já é do brasileiro, 'não desista nunca'.
Acredite no teu potencial, e na sua força de vontade. Você pode, todos nós podemos.
Acredite nas pessoas, elas podem mudar, mas não deixe de acreditar nelas.
Acredite em Deus, Ele está sempre com a gente.
A vida segue, estamos encerrando mais um ano, deve ter sido um ano de muito sucesso, conquistas e realizações a muitas pessoas, e para outras não. Mas se esse não foi teu ano, ano que vem será.
Agradeço a todos os meus amigos por fazerem parte da minha vida, e hoje em especial eu quero agradecer a alguns nomes que me ensinaram muito: - Obrigada, Anderson, Roberto, Renan, Camilinha, Lisiane. Vocês são essenciais na minha vida, e não desmereço a quem não citei o nome. Também são essenciais. Obrigado, por fazerem parte da minha vida.

Feliz Natal, pessoal.

Marioh!

sábado, 19 de dezembro de 2009

Quem sou





"Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo.
Sou variamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros)...
Sinto crenças que não tenho.
Enlevam-me ânsias que repudio.
A minha perpétua atenção sobre mim perpetuamente me ponta
traições de alma a um carácter que talvez eu não tenha,
nem ela julga que eu tenho.
Sinto-me múltiplo.
Sou como um quarto com inúmeros espelhos fantásticos
que torcem para reflexões falsas
uma única anterior realidade que não está em nenhuma e está em todas.
Como o panteísta se sente árvore (?) e até a flor,
eu sinto-me vários seres.
Sinto-me viver vidas alheias, em mim, incompletamente,
como se o meu ser participasse de todos os homens,
incompletamente de cada (?),
por uma suma de não-eus sintetizados num eu postiço."
(Fernando Pessoa)

A música de hoje é:
Tu És Ma Came - Carla Bruni, a modelo italiana que canta em francês. 
Muitíssimo linda essa canção.


Abraços fraternal
Mumiah


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Colapso.



Conforto.
Bem estar. 
Preguiça. Ânimo. Correria. Euforia.Limpeza.Fome.
Correria.Cerebro.Paciência.Sono.
Ideias novas.Descanso.Sede.Paciência.
Sono.Correria.
Bem estar.
Fome.
Descanso.
Impaciência.
Angústia.Felicidade.Descompasso.
Felicidade.Paixão.Riso.Amigos.Cansaço.Descaso. Empolgação.Vergonha.Emoção.Timidez.Curiosidade.Animação.
Descompasso.Angústia.Aflição. Tremor.Verdade.Coração.Felicidade.
Beijo.
Abraço.Felicidade.Amizade.Felicidade.Amplitude.Despedida.Tristeza.Vazio.
Insegurança.Saudade.Loucura.Saudade.Insensatez.Saudade.Medo.Saudade.Força.
Saudade.Chuva.Saudade.Dor. Saudade.Gargalhadas.Saudade.
Ardor.Saudades.
Você.

Marioh.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Carta a um amigo apaixonado.

É estranho, mas eu sinto a sua falta. Falta de quando você tocava e cantava para mim. De quando você me acalentava em seus braços e eu podia sentir o seu perfume que me entorpecia e fazia de mim a mais feliz por poder estar em seu abraço.
Sinto vergonha e raiva de mim pois sempre neguei um amor que eu tinha dentro de mim, mas te negava.
Sinto saudades do seu jeitinho de amigo apaixonado, saudades de ser a musa de suas canções. Saudades só de sentir o seu olhar fixo dentro dos meus olhos. Saudades de pequenos gestos que revelavam o teu amor por mim.
E quando eu acreditei que nosso amor seria realizado, o futuro que é incerto nos colocou em caminhos diferentes. Hoje eu posso dizer que te amei, que você era o que eu sempre quis, e que talvez a minha vida não tenha mais sentido porque procuro o que já tive e perdi.
Você me faz bem e me aparece sempre quando mais preciso, com poucas palavras você consegue me confortar como se estivesse me abraçando, é inevitável não segurar as lágrimas ao compreender que você também sente minha falta.
Sabe de uma coisa, meu bem, o futuro é sim incerto. Mas o meu passado foi certo quando eu te conheci, e eu agradeço por te ter raramente na minha vida ainda, e mesmo que distante você sempre habitará em mim.
Só me resta aquela canção.

Eu não perdoo a sua existência, eu apenas agradeço por ela. ;)


Canta um dia para mim de novo. [Para quem curte engenheiros do hawaii]


Com carinho,

Marioh.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Perdido em você



Havia dias em que eu acordava não querendo ter acordado.
Afinal de contas qual o porque da minha existência?
Antigamente essa pergunta soaria como um disparo em minha mente.
Mas hoje ela apenas parece uma pergunta qualquer, como se eu estivesse quase respondendo-a.
Toda essa mudança, acompanhou o meu crescimento como pessoa e isso eu devo além dos meus amigos e amigas que têm divido muitas experiências boas e algumas nem tão boas assim comigo. Mas acima de tudo, preciso agradecer a mulher muito importante pra mim, que tem dividido lindos momentos comigo.
É bem como as pessoas dizem:
"As vezes o melhor jeito de se encontrar, é perdendo-se em alguém."



Agora pra aqueles que adoram música e que acompanham o blog, vai a indicação de duas lindas músicas, a primeira pra quem é fã de música nacional e a segunda é pra quem prefere musica internacional.
Biquini Cavadão: Em algum lugar no tempo
Justin Nozuka: After tonight
Espero que apreciem.

Mumiah

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Voando bem alto.

         Sinto-me segura e tranqüila. Hoje parece que o dia acordou para mim, eu pude olhar para fora e perceber o quão radiante o sol está, o quanto as borboletas podem ser livres. Pude sentir o vento batendo no meu rosto, eu pude sentir que estou viva e que mesmo com os últimos acontecimentos, eu estou feliz. Notei que eu estou sempre me surpreendendo e surpreendendo os que me rodeiam.
Sei, eu estou feliz. Ainda tenho uma pequena sensação de vazio que bate aqui dentro, mas já não é como antes.

             Sabe, eu realmente estou feliz, e acordei assim hoje. Sabe, eu estou feliz. *_*

Parece que apenas hoje eu pude perceber que as coisas acontecem de uma maneira que não nos derrubará, a gente até balança, mas não cai. Agora eu posso levantar o meu rosto, e seguir em direção do que eu quero.

                'Quem acredita sempre alcança', e eu não deixo de sonhar. ;)

                                             Mais uma vez - Renato Russo.


Essa letra resume exatamente o que eu quero dizer.
                *E para quem lê e gosta dos meus posts, desculpe-me pela falta de consideração.


Marioh 

domingo, 15 de novembro de 2009

Um dia de outono



Mil desculpas depois,
Eu ainda prossigo sem saber o dia de amanhã.
Eu digo que faria,
Mas nem sempre sei o que penso...

Centenas de lágrimas depois,
Eu continuo vivendo,
Eu ainda respiro,
Por mais difícil que seja.
Mas nem sempre era assim,
Nem sempre foi assim.

O dia vem clareando,
Os primeiros fantasmas de minha consciência me assombram.
A minha fé parece estar distorcida.
Se alguém é culpada, não é você.
Sou eu.


A música de hoje é: Quanto tempo demora um mês, espero que gostem.


Mumiah

domingo, 8 de novembro de 2009

Eu nunca desistiria de você

Eu nunca desistiria de você,
Por causa de seu jeito e trejeitos.
Por causa de seus risos e sorrisos.
Por conseguires adormecer meu ego,
(Pálido soldado derrotado)
Usando apenas seus olhos e olhares.

Eu nunca desistiria de você,
Por causa de sua voz e seus sussurros.
Eles devoram minha paz e monotonia.
Irritam minha experiência e apatia.
Desnorteia meu entusiasmo e minha melancolia.

Eu nunca desistiria de você;
Sua presença ilumina e enriquece minha vida.
Eu nunca desistiria de você.
Mesmo que o preço a pagar fosse alto.
Eu nunca desistiria!



A música de hoje é I love you, de uma cantora espetacular, Sarah Mclachlan.
Espero que gostem.


Mumiah

sábado, 31 de outubro de 2009

A vida não acontece para pessoas mornas

Estava eu saltando de site em site pela internet quando li um texto sobre viver a vida de maneira intensa do escritor Osho. Gostaria de compartilhar com vocês esse belo texto, espero que gostem.

"A vida não acontece para pessoas mornas
Por que tantas pessoas parecem tão obtusas, tão entediadas, simplesmente levando a vida de qualquer jeito? Desperdiçando um tempo imansamente valioso que nunca serão capazes de recuperar - e desperdiçando com tal tédio, como se estivessem esperando a morte.

O que aconteceu com essas tantas pessoas? Por que elas não têm o mesmo frescor que as árvores? Por que o ser humano não tem a mesma canção que os pássaros? O que aconteceu com os seres humanos?

Aconteceu uma coisa: o ser humano imita os outros, tenta ser como outra pessoa. Ninguém está em casa; todos estão batendo à porta de uma outra pessoa; daí o descontentamento, o tédio, o embotamento, a angústia.

Uma pessoa inteligente tentará ser apenas ela mesma, seja qual for o custo. Ela nunca copiará, nunca imitará, nunca será como um papagaio; ela escutará sua própria chamada intrínseca, sentirá seu próprio ser e caminhará de acordo com ele, seja qual for o risco.

Há risco! Quando você copia os outros, há menos riscos. Quando você não copia ninguém, você está sozinho - há risco! Mas a vida acontece somente para aqueles que vivem perigosamente, para aqueles que são aventureiros, corajosos, atrevidos - a vida acontece somente a eles. A vida não acontece para pessoas mornas.
"

Por hoje é isso pessoal, nos vemos outro dia.

Mumiah

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Seu abraço é meu lar


Ontem eu me encontrava deitado escrevendo poesias que mais tarde iriam pro lixo, pois sei que nenhuma delas ficaram boas o suficiente.
É difícil expressar todo amor em meu peito quando se está tão assustado assim. Todas as palavras parecem pequenas demais pra expressar o quanto você tem sido boa pra mim e o quanto eu quero poder retribuir tudo isso.

As palavras não tem a mesma intensidade que costumavam ter antes de conhecê-la, antes de beijá-la. 

Hoje eu tenho usado as memórias que eu havia guardado dentro de mim, pra matar essa saudade que aos poucos ia me sufocando...
Como não sentir saudades dos seus abraços, como não sentir saudades do seu olhar, como não sentir saudades do seu toque, como não sentir saudades da sua boca...


Não tenho muito o que comentar, a não ser que um misto de alegria e medo me envolve...
Acho que é assim que a gente se sente quando assisti um bom filme de suspense, não é?

-----------------------------------------------------------------------------------
Pra todos os amantes da música, deixarei uma música que adoro muito.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Existindo...

             Eu tinha planos. Planos para uma vida simples e comum. Ao lado dele eu apenas tentaria realizar sonhos e viveria para não morrer. Eu não tinha empolgação e muito menos vontade que fosse diferente. Eu apenas existiria...
          Até que um dia, casualmente, bateu em minha porta um poeta. Ele fez de mim a sua musa, prometeu me amar e ficar para todo o sempre comigo. Por minha vez eu parei de sonhar e apenas existir. Comecei a viver para ver o sorriso dele. Não imaginava uma vida ao lado dele, porque tudo o que eu imaginasse para uma vida, seria pouco para o que faríamos juntos. Não planejávamos nada, e tudo era perfeito.
Eu vi a minha vida ganhando brilho e luz, mesmo com os teus olhos negros me fitando. Cada momento com ele, cada palavra que ele dizia, aquela frase que ele soletrava para mim, tudo fazia eu me sentir viva e com o infinito de vontade de estar ao lado dele, de viver para estar com ele.
O único medo que me aterrorizava, era o medo de perdê-lo, porque para mim perde-lo seria o mesmo que voltar a existir apenas.
Era tudo o que eu queria para mim, e não mais que de repente se quebrou tudo aqui dentro. E ele se tornou o que realmente era, ou o que passou a ser, não importa quebrou-se todo o meu poeta. E foi quebrado pelo o que muitos chamam de amor. Fizeram-no desacreditar que poderia ser feliz de novo, e ele saiu perpetuando isso por onde passava.
Eu o entendo e não o julgo o mal que ele sofre é o mesmo que sofro atualmente. Infelizmente, até a essência da nossa amizade perdemos.
Eu voltei a existir apenas.
Ele se ofuscou se perdeu. ‘Eu sim poderia viver ao teu lado uma era... ’
Eu queria encontrá-lo, apenas queria te encontrar...
Marioh


“Eu não descobri o sentido

Logo, sinto-me distraído

Incerto, é certo que estou

Sou forte, mas algo laçou meu imo.

Ainda que não queria

Não pensei que pudesse

Gaba-se pois tu merece

És simples, cordial e... Descobrirei.

Lembro-me do que eu dizia

Ah! Não queria


Não descobri o sentido


Ruas turvas em soslaios

Única razão de ser

Bela, bela idéia: Querer

E não poder

Não, não aceitas

Sabe: tu aceitas?”


20/10/1990*

* Não copie nenhum trecho desse post por gentileza. Obrigada.


 Meu pai descreveu em poesia o que sua primogênita haveria de sentir exatamente 19 anos depois. ;)

Nunca escreverei como ele. (L)



Uma musica para quem aprecia. :D






















quinta-feira, 15 de outubro de 2009

"Ela é meu país das maravilhas"

A luz invade meus olhos. 
Está tudo quieto. 
A lentidão dos pássaros cantando, propõe que seja de madrugada.
O cheiro da terra inundada pelo orvalho invade meu quarto. 
Ainda não sei por que, mas tudo isso me lembra você, meu amor.
Talvez seja a pureza que sinto ao beijá-la ou apenas a tranqüilidade que seu carinho me envolve que me faça esse cenário lembra - lá.
Independente do que seja, é algo bom. 

E como eu te disse, tudo isso que eu sinto é forte o suficiente para que eu queira permanecer ao teu lado durante anos e anos e pra sempre.


---------------------------------------------------------------------------------------
Toda vez que escuto essa música eu me lembro de você... É como se essa música fosse a nossa música. Como ainda não temos uma, pra mim, essa música é a nossa.
Espero que gostem dessa música.
(Independente do link, é sempre a mesma música...)

Mumiah

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Até quando?


      Amanheceu eu pude sentir no sol uma grande vontade de vencer as nuvens e triunfar com os seus raios, iluminando e aquecendo corações. Sinto-me em uma situação semelhante.
Perguntaram-me: “Você ainda se pergunta, ‘até quando’”?
SIM, eu me pergunto, e pude comprovar isso quando ouvi a sua voz e meu coração descompassou. [meu amigo não entendeu, né A.?]
Não tenho explicação para nada e muito menos ‘o porquê’ que ainda me sinto assim. Porém, independentemente do que sinto eu peço demissão desse amor. Não o quero mais.
O amor nunca pode ser dispensado, enganado ou jogado fora. O amor sempre vale a pena, talvez uma pessoa não valha a pena para a outra, compreende?
Sinto o meu coração mais calmo, e vou seguindo meu caminho. Tentando ser feliz, e deixar as pessoas felizes.
Assim como o sol que luta entre as nuvens, e por muitas vezes sai triunfando e brilhando com todo o seu glamour, eu também irei me livrar desse amor, e viverei feliz com o meu sorriso brilhante e grande.Não digo que não aparecerá outras nuvens nubladas par ofuscarem meu sorriso, mas digo que se elas aparecerem eu darei o meu melhor para não perder o meu brilho.

______________________________________________________________
1° Não ofusque teu brilho por ninguém! Mesmo que você jure amar essa pessoa, a partir do momento que ela te faz perder o brilho já não vale mais a pena.

2° Se achar que vale a pena não fique parado esperando ela ir embora definitivamente. Corra o mundo, vá ao céu e ao inferno. Prove que a ama, e que você é sua felicidade constante. Se tudo der errado, pelo menos não se sentira um incapaz.

3° Não engane ninguém para tentar esquecer um amor. Ninguém pode fazer isso por você. Isso tem que partir de você.

4°Procure ser sempre a mesma coisa que sempre foi. Todos, inclusive o seu amor, podem perceber e não gostar da sua mudança.

5° E por último, seja um solzinho.
 Hahahá. Definitivamente feliz! õ/

( ao som de ‘Always – Bon Jovi’ e eu indico ‘Impossible Love’ )


Marioh

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Queria, queria!


É super estranho, não sei o que acontece comigo.

Tento me esquecer de ti, faço o possível para não me lembrar do teu olhar, minto para mim preferindo esconder por aí tudo o que sinto aqui dentro.

Mas não preciso ir muito além para saber que tudo o que sinto é amor por você.

Eu vejo o teu olhar vazio e uma vontade de preencher esse vazio me consome, mesmo sabendo que você me torna incapaz de tal, eu desejo isso.

Vejo o teu sorriso e sei que ele não é de dentro d’alma e eu queria que você tivesse o seu motivo verdadeiro para sorrir: o teu amor.

Vejo a sua tristeza em sua expressão, e uma vontade de te fazer feliz me entorpece.

Eu sei que não posso preencher o vazio, não posso lhe causar um sorriso verdadeiro, contudo eu queria muito que teu amor fizesse isso por você, ela estaria fazendo por mim também.

Perguntaram-me se isso tudo valeu/vale a pena, e eu respondo da forma como vi em um filme ‘... Eu iria preferir roçar os cabelos dele, depois beijar a boca e tocar a mão uma só vez em troca de uma eternidade sem. ’

O tempo que eu estive com ele só me trouxe alegrias e felicidade, não devo e nem posso falar que não valeu a pena.

Tempo a tempo, tudo passa. Esse amor de proporção vai mudar mesmo que demore “3 meses” ou mais, eu já não me importo mais.

Quanto mais eu tento te esquecer mais eu penso em você, quanto mais evito te olhar mais preciso te ver, quanto mais ignoro você mais me recordo do teu corpo junto ao meu... Não entendo, mas como uma grande poeta disse “Amor é pra sentir, não pra entender”

A gente segue com  a vida, é inevitável não se perguntar ‘o porquê’’ de tudo ser ao contrario do que queremos e mesmo com cheio de dúvidas no fundo compreendemos.

Hoje a única certeza que tenho, é a certeza que não tenho certeza de nada.


Marioh

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Nuvens não são de algodão..

E se eu prometer te amar a vida inteira?

E se eu prometer que envelheceremos juntos?

E se eu prometer que voltaremos daqui há 50 anos no banquinho do nosso primeiro beijo?

E se eu prometer que guardo a primeira flor que me deste?

E se eu prometer que serei só sua?

E se eu prometer que te farei eternamente feliz?

E se eu prometer que será meu único amor?

E se eu prometer que meus olhos brilharam só para ti?

E se eu prometer que seremos o casal mais unido?

E se eu prometer que será para sempre assim?

Se eu prometer que prometo tudo isso, você promete me amar?


Seria muito fácil se o amor fosse feito apenas de promessas e se as mesmas fossem cumpridas.

           “Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão...”.

Um dia também me disseram que ele prometeu me amar pra sempre.


Nuvens não são de algodão, e promessas foram feitas para não serem cumpridas.


Marioh

sábado, 3 de outubro de 2009

I'd Spend a Lifetime With You

Faz tempo que eu não posto aqui, então la vai.
Sabe quando a gente olha pra dentro da gente procurando quem a gente é e ja não acha mais? Ou quando a gente olha pra frente procurando praonde nós estamos indo e não vemos nda?

It May be over, but it wont stop there, i'm here for you, if you'd only care.
Frase da musica goodbye my lover, que sinceramente me lembra da parte mais feliz da minha vida, quando eu ainda tinha um sorriso de criança.

Sinceramente não sei o que vem mudando dentro de mim, não sei se eu to crescendo e por causa disso eu to mudando tanto, ou não sei se tudo que aconteceu naquela época, fez eu começar a me afastar do que eu sempre acreditei. Amor, verdade, companheirismo e principalmente a felicidade... Esse objetvo de tdo mundo, que eh ser feliz... eu vou ser pretencioso e realista, eu ja fui, é a melhor sensação do mundo... acordar e pensar: " o que vamos fazer hoje será?". De ficar olhando vc de olhos fechados, pensando se estava sonhando comigo... e todas as nossas musicas, histórias e risadas juntos...
Eu sinto saudade de tdo que um dia eu fui e tdo q um dia vc construiu dentro de mim...

Tudo hoje em dia parece tão utópico e distante...
Mas dentro de mim eu ainda seguro sua mão...
E sempre acabo passando pela nossa marca na árvore e lembrando de nós dois.
E hoje em dia eu gosto tanto de você que prefiro não querer gostar, pelo medo de 1 dia de novo fazer o que fiz...

Melahel - Muito perto de virar de novo - Morf

Ambiguidade do teu olhar.

...e seus olhos negros se cruzaram com os meus, uma única vez aquela noite. Não posso e não consigo descrever o que vi neles, me encho de duvidas quando penso.

Aquele olhar que por um milésimo de segundo me fitou tão friamente e com tristeza era o mesmo olhar que antes aquecia e confortava meu coração, que me passava segurança e alegria.

Esse teu olhar conseguiu me fazer amar o mundo, acreditar em contos de fadas, eu pude ver todas as cores de flores, toda a vida do mundo... Agora esse mesmo olhar me faz crer que o mundo não é tão colorido, que as pessoas não são como eu penso e é até irônico, mas contos de fada não existem.

Por um momento, eu acreditei nos teus olhos, eu via neles a oportunidade perfeita de toda a minha felicidade constante, era uma espécie de ‘porviroscópio’ através deles e por eles eu enxerguei e sonhei todo um futuro ideal. Por eles eu vivia toda a minha alegria, eu era feliz. Lembro-me bem do teu último olhar me fitando, eu tentei não te olhar e me distrair, porém foi em vão. Esse teu olhar, me levava para outra viagem, ele me empurrava dentro de um buraco negro e sem fim aonde todos os meus sonhos eram quebrados, e minhas fantasias destruídas junto com minha felicidade e meu amor.

Se eu soubesse que esse teu olhar podia me dizer tanto, me fazer sofrer tanto, variando apenas o momento, nunca teria olhado para dentro de você. Embora, tenha sido um olhar muito rápido, fiquei extasiada naquele momento se eu tivesse força e coragem te arrancaria dali e lhe tomaria o teu melhor, assim como fez comigo.

Esse teu olhar, já me disse tanto, mas você acabou com toda a vida do próprio olhar a partir do momento que olhou para mim.

___________________________________________________________________

Para muitos um olhar não significa nada, mas ele pode dizer muito mais que mil palavras. ;)

Marioh

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Quando...


Quando você não existia para mim, eu sorria.

Quando entrou na minha vida, minha alma sorriu.

Quando sua mão tocou a minha, eu trepidei.

Quando nossos lábios se tocaram, eu levitei.

A sua companhia me era essencial.

Quando você sorria, eu via em nós o seu motivo de alegria.

Quando eu queria colo, era você que eu procurava.

Quando olhava dentro dos teus olhos, era em ti que eu me segurava.

Quando você me olhou com amor, eu me joguei em teus braços.

Quando o tempo passou, o meu porto seguro já não existia.

Quando eu te amei, já não te via..já não tinha teu amor.

Quando eu tiver uma maquina do tempo, eu volto no nosso momento e congelo aquele tempo.

Eu tenho que ir, tenho que partir e isso me dói tanto, que eu prefiro apenas me recordar dos ‘quandos’ que fazem a nossa história, porque quando eu te esquecer já não serei eu mesma, e esse quando eu não sei quando chega.

É mais fácil aconselhar, do que seguir seus próprios conselhos. ;/

Eu estou aprendendo a tentar me aconselhar e seguir meus proprios conselhos.

não dá.;~~

Marioh

domingo, 27 de setembro de 2009

Um estado latente chamado felicidade

Mesmo depois de tudo, mesmo depois de ter a certeza que você não pode me amar, eu ainda continuo querendo te amar.

Foram três dias de escuridão total até chegar a conclusões que normalmente eu não chegaria. Você deve estar se pergunta, então algo mudou? Sim, algo realmente mudou, o que mudou? Isso eu já não sei responder.

Só sei que estou me sentindo melhor, apesar de tudo que está acontecendo.
Está bem! Sei que não tenho a pior vida, então por que estou aqui chorando?

Primeiro quem disse que estou chorando!? Apesar de tudo. Apesar de estar no meio de uma guerra entre meu pai e minha mãe. Apesar de ter perdido um semestre da faculdade por causa de um acidente bobo. Apesar de você não me amar. Apesar de tudo isso, alguma coisa me faz querer sorrir, poderia ser uma música? Poderia. Poderia ser um filme? Poderia. Poderia ser o Sol que me acorda todas as manhãs com sua doce cantoria ou a noite que me embala todas as noites antes de cair em sono profundo. Poderia.
Poderia ser tudo isso junto? Poderia, mas não é.
Sinto-me feliz, simplesmente isso, não tem a ver com nada, é só um estado que antes estava latente em mim, e agora é possível ver.

Estou feliz por não saber qual é o meu futuro.
______________________________________________________________
Praqueles que gostam de música, aqui vai uma muito linda e triste. Goodbye my lover, de James Blunt. Talvez essa música represente um novo recomeço pra mim.

Mumiah

domingo, 20 de setembro de 2009

Deduções deduzidas.


Com todo mundo é igual..

De repente, o olhar se cruza e toda vez que você vê o ser amado é a procura dos olhos deles que vai.

Com o tempo já é possível ter certa amizade e os olhos se cruzam com mais intensidade. Estamos sempre a procura de propícias ocasiões para ver o amado ou pequenos gestos para roubar-lhe um sorriso.

Ah, mas não mais que de repente, aquele primeiro toque! Podemos sentir todo o corpo se arrepiar, um rápido frenesi, as mãos tremem. Sentimos um calor aquecendo o coração e um frio na barriga. Os olhos brilham mil palavras, mil músicas na cabeça. O toque foi um breve tempo de encantamento.

A vontade é uma apenas, além de ver aquele sorriso lindo e sentir o toque, sentimos necessidade de ficarmos mais próximos, e surge a oportunidade de um abraço! Ali juntinhos, não importa o que acontece em volta, é um momento só dos dois. Ali sentimos o coração batendo descompassado, desesperado e confortado... nada mais resume aquele momento.

Depois de olhares, sorrisos, conversas, toque e o abraço, já anão tarda a acontecer o beijo! Ele desde aquele abraço, ou naquele toque é esperado com ansiedade e tão esperado chega. Nasce nesse momento [talvez] o Amor!

Emoção e surpresa de troca de olhares,

Florescimento de uma amizade superior,

Simplicidade de cada gesto,

Glamour e importância de cada sorriso,

Frenesi do primeiro toque, o frio na barriga, o calor no coração,

Contentamento, paz e felicidade,

AMOR!

Talvez dali em diante aquele casal irá ser feliz, isso se eles tiverem sorte, mas eles se amam.

Vão viver momentos em que apenas o sorriso recíproco importa, dividiram momentos tristes ou de alegria, não importa eles estão juntos. õ/

Creio que isso é raro acontecer, antes sofremos muito com tudo isso.

Acredito que ‘tudo é passageiro’ e que ‘cada um tem a metade da sua laranja’. Quando se diz amar alguém, estamos oferecendo o melhor de nós para ela. E mesmo que esse amor não seja correspondido, mesmo que ele sofra, vai ser sempre amor só que em proporções diferentes, e se não for mais amor é porque talvez nunca houvesse nada.

Mesmo ignorado, aquele que ama se alegra com um sorriso, a felicidade e o bem estar do amado. Mesmo que ele esteja triste, o seu amor está feliz.

É um paradoxo, e minha cabeça dá nó quando pensa nisso.

Enfim, talvez vale a pena chorar por alguém.

Talvez vale a pena deixar tudo para esquecer alguém, por alguém

Talvez o amor é realmente o maior bem humano.

Talvez... talvez... talvez tantas coisas.

Não temos a certeza de nada, mas nunca despreze um amor, nunca faça alguém chorar se você pode essas lágrimas evitar. Nunca diga amar alguém se essa não é a sua intenção, é covardia brincar assim com um coração.

E sempre, sempre que tiver a oportunidade, AME, AME porque o amor ‘é um estado superior da alma, e enobrece até o mais pobre dos homens.’

Apenas ame, caso contrário, ame também.

*Sem músicas, mas se ALGUÉM quiser indicar alguma! ;)

___________________________________________________________________

Marioh

sábado, 19 de setembro de 2009

"Disarray"

Odeio ficar sem fazer nada, porque é nessas horas que o cérebro funciona e o pensamento voa... E como voa o meu pensamento, nem parece que estou aqui, vivenciando tudo isso ao meu redor.
Espera aí!
Vivenciando!?
O que vivencio além de sonhos??
Não consigo parar de sonhar contigo, com seus olhos negros me censurando, com seu sorriso branco e perfeito me iluminando.
Meu propósito de vida, ultimamente tem sido você...
Tens me feito sentir-me como um idiota, um menino.
Não consigo mais me reconhecer, onde está aquele homem que encarava sem medo os problemas que lhe apareciam, cadê o melhor de mim??
Tenho procurado o meu melhor em cada espelho, em cada estrela.
Mas tudo indica que me perdi de mim.
Minha ultima esperança será encontrar o meu melhor em teus olhos ou quem sabe em teus beijos...

---------------------------------- X -----------------------------
A música do dia foi escolhida de maneira aleatória, é que está tocando agora enquanto eu escrevia esse post... Espero que gostem dela. Turn my head, da banda Live.

Muniah

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Siga o Sol































Quem foi que disse que o tempo está passando mais depressa?
Quem foi que disse que o ano que passou, passou muito rápido?

Passou? Será?
Não tivemos as mesmas horas e os mesmos dias?

As pessoas reclamam que suas vidas andam corridas.
Mas o tempo que gastamos é o mesmo.
Daí alguém diz: "Meu dia tinha que ter mais que 24 horas".
Aí eu pergunto: Por quê?

O dia foi estrategicamente calculado, não devemos e não faz bem,
utilizarmos erroneamente. Apenas siga o dia.

Não conseguiu ver aquele amigo hoje? Veja-o amanhã.

Não conseguiu terminar de ler aquele livro? Leia-o amanhã.
Não conseguiu dizer "eu te amo" hoje? Diga amanhã bem cedinho.

O importante é viver cada momento, com calma e sabedoria.
Não vamos apressar as coisas, cada segundo é nos dado com muita sabedoria.
E devemos saber utilizá-lo muito bem.

Apenas siga o dia e alcance o sol.
O destino do seu coração está nas suas mãos.

E pros amantes da boa música, aqui vai um clipe de uma música que fala exatamente sobre isso.
O filme do clipe é Um brilho eterno de uma mente sem lembranças, um filme excepcional, com uma atuação impecável de Jim Carrey.
Por hoje é isso.
Até mais pessoal.

Mumiah

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Tudo Se Resume A Amar Você

Cara, porque agosto foi tão desleal comigo??
O que eu fiz pra esse mês, pra ele ter sido tão impiedoso dessa maneira comigo?
Se não bastasse machucar a mão ainda machuquei o ligamento do tornozelo...
E por passar muito tempo aqui em casa, minha cabeça tá cheia.
Meus pais não se cansam de ficar apontando os defeitos um do outro...
A vida tem que ser mais do que isso.
Não quero ter essa falsa impressão da vida, as coisas não dão só certo nas novelas e nos cinemas.

É! Agosto não foi tão ruim assim, quando lembro que voltei a falar com a mulher que amo...
É verdade, eu não consigui te odiar nem por um momento!
Você é muito importante pra mim.
Seu sorriso é meu combustivel.
Eu estava fraco, sem vê-lo, agora estou forte, mesmo sabendo que a alegria que ele emite não é pra mim.
Como posso responder agosto com toda a provação que ele impôs a mim?!
Não sei se devo agradeceer ou praguejar por tudo que fizeste a mim, agosto.

Só sei que voltar a ver a Jéssica mais linda do mundo, me fez sentir bem..
Quer dizer, me faz sentir bem.
-------------------------------- X -------------------------------------
Pra não perder o costume, aqui vai uma música que a tempos eu não ouvia, voltei a ouvi-la hoje, Things will go my way, do The Calling.... Espero que gostem.

Mumiah

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Afinidade

A afinidade é um dos poucos sentimentos que resistem ao tempo e ao depois.
A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. É o mais independente também.
Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades.
Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto no exato ponto em que foi.
Ter afinidade é muito raro.
Mas, quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas.
Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavras.
É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.
Afinidade é sentir com, não é sentir contra, nem sentir para, nem sentir por, nem sentir pelo.
Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado.
Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios.
Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar, ou, quando é falar, jamais explicar: apenas afirmar...
Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças.
É conversar no silêncio, tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidades.
Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram.
Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida para que a maturação comum pudesse se dar.
E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais, a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado.

Texto de Arthur da Távola.


Mumiah

sábado, 29 de agosto de 2009

Foi como um sonho'

Já não sei o que sinto, a noite adentra a escuridão do meu quarto. Meus pensamentos voam longe, não tão longe como eu gostaria, mas eles voam. A escuridão da noite não me inibe, mas eu me sinto desesperada... Minha vontade é saltar pela janela e sair caminhando por aí, sentindo a brisa fria batendo no meu rosto, vislumbrando a pouca luz noturna e carregando comigo apenas uma música que eca na minha cabeça, uma música que me lembra ele.

Meus passos seguem sozinhos, não sei aonde me levam, talvez para onde meu coração peça! *.*

Deixo eles me guiarem, a noite é fria, meu coração me aquece. Meus olhos permanecem fechados, não sei onde estou indo, minhas mãos suam de ansiedade, minha respiração fica ofegante, e eu me sinto tão bem, me sinto como se ele estivesse ali me guiando.

Aos poucos posso ouvir o barulho do mar, posso ouvir as ondas batendo nas rochas, posso sentir o cheiro da maresia, eu abro meus olhos e enxergo um infinito negro maravilhoso, as estrelas brilham e eu caminho descalça pela areia.

De repente, um frenesi me envolve, sinto um arrepio em todo meu corpo. Junto com a melodia do mar eu pude ouvir a voz dele e não mais que de repente, eu o vi ali ao meu lado, o meu corpo tremia e eu podia sentir meus sentimentos a flor da pele. Meus olhos brilharam de tamanha felicidade e quando ele me tocou meu corpo vibrou de emoção.

‘ – Meu Deus, não deve existir alegria maior’

Ali na areia, nos abraçamos e dançamos ao som do mar, com a iluminação das estrelas e a nossa única testemunha era a lua que invejava tamanha felicidade... Dançamos, dançamos, não trocamos nenhuma palavra, nossos olhos falavam muito mais naquele silêncio eterno.

Eu não podia estar mais feliz, meu amor estava ali comigo! Estava nos meus braços, naquele cenário magnífico e eu não pude suportar, quebrei aquele silêncio e sussurrei no seu ouvido o quanto eu o amava, os olhos dele me responderam e os teus lábios em um beijo doce corresponderam ao meu amor.

Estávamos entregues ao amor, e a nossa felicidade era completa. Agora tínhamos uma nova testemunha o sol, um lindo sol que florescia junto com o nosso amor. Ali quietinhos deitados na areia vislumbramos a troca de cenário e nos olhamos e nada foi mas foi preciso, sabíamos que dali em diante estávamos ligados, laços afetivos, nós nos amávamos e ficaríamos juntos...

De repente, os olhos dele ficaram distantes, tristes e eu o vi longe, ele foi para longe de mim, não pude mais ouvir tua voz e nem abraça-lo para sentir o calor do coração dele. Não sei o que levou ele, pensei nele com todas as minhas forças – como se isso fosse trazer ele de volta - esperei por ele desesperadamente e fiquei com apenas o desejo. Apaguei-o, e ele foi embora sem ao menos olhar nos meus olhos... Que tristeza, que fúria, que raiva...

Relembrei-me de todos os momentos da noite passada, e logo pude perceber que não havia saído do meu quarto, me coloquei em prantos, havia sido tão real... eu apenas queria ficar com ele para sempre.

Não me conformei, levantei e sai.. a sua procura, sabia que não ia acha-lo, mas eu precisava acha-lo.. eu precisava dele eu ansiava por ele.

Não foi apenas um sonho, eu tenho certeza! Sonhos são perfeitos, e o meu não foi. A lua que me invejava carregou o meu amor para longe, eu a invejo agora!

Um SONHO! Apenas um sonho...

Marioh!

E uma música ai para quem gosta! ;D

E please, comentem por obséquio! :D

http://http//www.youtube.com/watch?v=nVQlc-8XUoc&feature=related

sábado, 22 de agosto de 2009

Rascunho

Rabisco essa folha branca com a ponta da minha caneta.
Traçando letras, números e vidas.
Minhas prosas e poesias descrevem o fluxo dos meus sentimentos,
Enquanto minhas mãos trêmulas,
Escorrem suavemente pela minha memória
Explorando lugares selvagens e inóspitos.
Está ventando.
O vento atiça a folha de papel tanto quanto atiça minha mente.
Não sei se pararei de jorrar esse sentimento assassinado e sepultado pelas minhas mãos.
Sagrado sentimento esse que me torturou e ainda tortura,
Achei que não suportaria tamanha dor...
Mas admito que estou surpreso com o rumo que tomei.
Estou surpreso com o que me tornei...
E sei que ficarei surpreso com a pessoa que me tornarei...

---------------------------------------- X --------------------------------------------

Pra não perder o costume, aqui vai mais uma música...
Ela se chama tardes negras, interpretada por Tiziano Ferro. Essa música é a versão em espanhol de sere nere, também de Tiziano Ferro. Confira as duas e escolha a melhor pra você. Eu sinceramente prefiro a em espanhol...

Mumiah

terça-feira, 18 de agosto de 2009

!


Invejo-te por conseguir usar armas tão bonitas com a razão.
Invejo-te por ver em sua expressão contentamento.
Invejo-te por ter tido força para não segurar minha mão.
Invejo-te por não ver em seus olhos sofrimento.

Inveje-me por ter sentimentos no coração.
Inveje-me por sentir ainda por ti admiração.
Inveje-me por conseguir olhar pra ti sem dor.
Inveje-me por ainda não ter desistido do amor.

Eu posso sentir no seu olhar calma , e o invejo.
Eu posso sentir o que você não sente por mim, e o invejo por isso.
É isso, eu te invejo, não te amo.
É isso, não me inveje, me ame!


Marioh!

domingo, 16 de agosto de 2009

Como eu posso?!

Como eu posso dizer que não te amo,
Se não paro de sonhar contigo.
Como eu posso dizer que não te amo,
Se não paro de sentir seu cheiro doce.
Como eu posso dizer que não te amo,
Se não paro de ouvir sua voz cantando pra mim.

Como eu posso viver em paz,
Se ao acordar é você em quem eu penso.
Como eu posso viver em paz,
Se ao dormir é você que eu procuro em pensamento.

Como eu posso te negar se és a minha vida.

------------------------------------------ X -------------------------------------

Poesia fetia por mim. Espero que gostem. Por favor, deixem suas criticas, elas são de suma importância para mim.

Música de hoje, Laura Pausini feat James Blunt. Belíssima canção! Aproveitem.

Mumiah

sábado, 8 de agosto de 2009

(Sem título)

Andando a noite, entre as veias da cidade, sentido seu frio mórbido e lânguido. Resmungo e penso sobre mim, sobre meu futuro e meu passado. Você está lá, no fundo dos meus pensamentos e não há mais nada que eu possa fazer, a não ser, afunda-la mais em minhas memórias.
Será que você não percebe que há uma razão por não me ganhar?
Sim, há.
Coloque sua cabeça pra funcionar, você verá o porque.
O que, não consegues enxergar o porque? Queres saber?
Então tudo bem, sente-se, escute atentamente:
Você só me terá quando eu realmente ver que você está diferente, ou você acha que acredito no que me falas.
Porque hoje dizes que me ama, e daqui a 48 horas eu fico sabendo que numa festa você estava com um cara. Para, isso não é me amar. Se você me amasse você realmente teria esperado, lutado por mim. Não se desiste de quem ama assim tão fácil. A não ser que você seja uma idiota.

E você por acaso é uma? Acho que não, né.
Então se cuide, espero que sejas feliz, muito mais do que estou sendo.
Por que você merece.

-------------------------------------------- X -------------------------------------

A música de hoje é de uma banda chamada Sonohra, a música se chama Love Show.
Espero que gostem.

Mumiah

sábado, 1 de agosto de 2009

No meu limite!

Eu achei que havia descoberto o que era felicidade, e que estava bem perto de descobrir o que é o amor..

Acho que não passou de um bom sonho...

Estou me sentindo como nunca me senti antes, e é como se todas as minhas forças tivessem cessado ao desejo de entender o que meu coração anseia em saber. O que ele anseia em saber? Eu achei que sabia, entretanto a minha unica vontade agora é de esquecer de tudo, procurar

novos meios de sorrir, novos amigos e manter a minha relação com os amigos que tenho,óbvio! Mas acho que preciso de novos ares, de emoções mais singelas e tranquilas.

Estou tão cansada de tentar entender tudo, de ficar sofrendo por antecipação, de não saber o que se passa lá fora.. de ter pessoas que me rodeiam e eu sequer sei que elas estão por perto, dando mais valor e atenção a pessoas que mentem e fingem o tempo todo!

Eu me encontro tão amargurada, preciso começar a estudar pro meu vestibular, serei uma médica pediatrica :D , preciso parar de pensar tanto e viver mais, preciso.. preciso..

é como uma música que adoro ouvir..' posso ver o limite, mas não sei se posso aguentar a queda..' eu acho que sei o que vem pela frente, não sei, posso apenas imaginar.. mas sei que teram o seu valor na minha vida e não vou deixar de agradecer por elas.

Ainda estou me decidindo, se vou me fechar pra balanço, acho que faz parte quando queremos ficar um pouco quieto refletindo sobre tanta coisa.

Esse é o post mais confuso que já escrevi, pois tudo o que estou pensando está muito confuso.

Sinto falta de algumas pessoas, sinto falta de quando era mais nova e nem imaginava que passaria por certas situações, sinto falta da 'Marioh' que havia dentro de mim.

é, preciso mudar. Preciso voltar a essência do que era antes.

O que você deseja pra sua vida?

Quais os seus sonhos?

Você se sente realizado?

O que te entristece?

Você já sabe o que é amor? Felicidade?

O que você vai fazer daqui há alguns anos?

Qual o seu limite?

Eu estou no meu limite!

Marioh